segunda-feira, 3 de novembro de 2008

só para te dizer que te amo

Poderia gritar às nuvens, nadar até às profundezas do mar, voar como uma andorinha . Atingiria o pico de uma montanha, encontraria um tesouro, saltava com pára-quedas. Escavaria um buraco até descobrir o outro lado do mundo. Não me importava de beijar uma tartaruga, de perder numa corrida de caracóis. Abraçar-te-ia todas as vezes que quisesses e que eu quisesse, jamais recusaria um beijo teu e dar-te-ia a minha mão sempre que precisasses. Escreveria um livro, daria a volta ao mundo e inventaria mil e uma canções só para te dizer que te amo.

Sem comentários: