quarta-feira, 2 de novembro de 2011




Uma das piores coisas que já me aconteceram na vida foi perder os meus amigos. Alguns perdi porque já morreram, outros perdi porque simplesmente deixei de os ver da forma mais violenta possível. Um dia disse-lhes "até amanhã" e nunca mais lhe pus a vista em cima. Não foi de propósito, mas o tempo fez com que isso acontecesse.

A diferença entre perder um amigo e perder um Amor é que perder um Amor dói mais no início, perder um amigo dói mais depois. Perder um Amor é levar uma sova, perder um amigo é empobrecer devagar. A razão é simples. O Amor tem um lugar que pode ou não estar ocupado. Quando esse lugar está desocupado, sentimo-nos mal e procuramos ocupá-lo. Para a amizade não há lugares nem numerus clausus, o que faz dum amigo alguém que não podia ser outra coisa senão isso mesmo. É que um Amor ocupa espaço, uma amizade não.

Acho que foi por isso que, com a idade, passei a exigir Amizade ao Amor. Por muito que ele estrebuchasse, e fê-lo várias vezes, se não viesse dividir uma garrafa de vinho e uma conversa comigo de vez em quando, acabava por deixá-lo. Por isso é quando a semana passada a Raquel me disse que tem a sorte de namorar com um amigo, eu pensei que não é sorte. É uma exigência da idade. Ainda bem.




2 comentários:

cláudia disse...

Tens razão, é tudo verdade. É engraçado cruzar-me com pessoas mais velhas que ainda não percebem isso. Que querem grandes amores, mas que nunca aprendem realmente a gostar das pessoas com quem estão. Gostam da pessoa enquanto par e quando a relação acaba, não têm nada em comum e preferem cortar relações. Claro que nem todas são fáceis e por vezes é difícil validar o seguimento de uma amizade, quando valores e confiança são quebrados durante uma relação. Mas quando oiço alguém comentar que não percebe porque é que se procura em primeiro lugar uma pessoa com quem se possa ter uma base de confiança, intimidade e compreensão; a par de alguém bastante interessante, resultante de um estado de inebriação, há que simplesmente sorrir e seguir em diante.

' Claudjinha disse...

envia-me o teu e-mail, para o meu mail: klaudiasilva7@gmail.com

eu envio-te o convite para seres leitora do meu erasmus-blog ;)