segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

E se um dia eu virar costas a isto tudo, não é por te amar menos. É por me amar mais.

2 comentários:

Maria Leonor disse...

Não vale a pena. Vira mesmo as costas. O sofrimento pode ser maior ao início, mas vais sentir-te aliviada com a redução dos stresses. As relações volta/não volta raramente funcionam...digo por experiência própria!

E ama-te primeiro. Sê forte! Eu também deixei a minha terapeuta de três anos (situações diferentes, claro), mas eu sabia que tinha de o fazer, sabia que tinha de ser adulta. Custou, pois custou. Mas estou melhor assim. E tu se o fizeres, vais valorizar-te...não te rebaixes nem estejas sempre a ceder porque o amas demais...tu também existes...*

Sandrinha disse...

"Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama.Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer." » Bob Marley.