domingo, 9 de dezembro de 2012

e voilá: as respostas.

1 - "Se tivesses que mudar algo em ti, fisicamente, o que seria e porque?"

As estrias que tenho nas pernas e no rabo e a minha mega tendência para ter olheiras até ao queixo. As estrias porque são o meu maior complexo, são feias e infelizmente não solucionáveis. As olheiras porque é desagradável assemelhar-me a um zombie cada vez que durmo menos de 7 horas.


2 - " Acreditas que existe outro tipo de vida após a morte"?

Esta é difícil... Acredito que exista outro tipo de vida, que não nos limitamos a morrer e dar de comer às minhocas, mas sinceramente não imagino como será. Sinceramente, a morte é o meu único medo. Tenho um imenso medo de morrer cedo demais ou que alguém que eu ame parta antes do tempo. Chega a ser algo que me aterroriza, daí não pensar muito em como será depois disso.


3 - "Só agora?"

Tendo em conta que isto é uma pergunta originada pela minha afirmação de que só estou agora a começar os testes agora, sim, só agora. Tem sido só trabalhos e ainda só tive dois testes. A época de testes para mim acaba em Janeiro.


4 - Estudas querida? Qual a profissão que queres exercer?

Sim, estudo :) Direcção e Gestão Hoteleira. Não tenho uma profissão que queira exercer, quero passar por vários departamentos desta área e aproveitar as oportunidades que me vão surgindo. Não gosto de fazer planos a longo prazo porque tenho um karma qualquer que faz com que nada corra como planeado.


5 - Qual é o teu maior sonho? (:

O meu maior sonho é passar um ano a viajar e a conhecer culturas totalmente diferentes da minha. E ter impacto na vida das pessoas.


6 - Qual o dia mais feliz da tua vida... até hoje? Eu sou querida... podes escolher mais que um, no máximo 3 :)

Boa pergunta, eu já tive muitos dias felizes, por isso é difícil escolher. Sem dúvida, o dia mais feliz da minha vida foi o dia em que me reencontrei. O dia em que finalmente voltei a ser quem era e a rir desalmadamente, sem preocupações, sem pesos na consciência, sem falta de confiança e de auto-estima. O dia em que voltei a ser "a miúda que se está sempre a rir" e que voltei a sentir uma felicidade permanente.

Outro dos dias mais felizes da minha vida foi quando ele, que está de Erasmus em Madrid, me apareceu de surpresa na faculdade (achando eu que ele estava em Espanha). Fiquei tão nervosa que só tremia e não conseguia parar de sorrir.

Por fim, um dos dias que guardo no meu coração com o maior dos carinhos foi o dia em que me despedi da minha directora de turma do 9º ano. Eu gostava e gosto imenso dela, considero-a uma amiga e nesse dia, apesar de triste e melancólico, foi quando tive a prova que ela também me considerava sua amiga. Recebi um dos abraços mais fortes e emocionantes de toda a minha vida, a terminar em lágrimas misturadas com sorrisos, porque pessoas assim não se esquecem.


7 - Na tua lista 101 Coisas, está "pensar no batismo"... já pensaste sobre isso? Como andam essas ideias?

Já pensei e já decidi que não. Eu acredito em Deus mas não na Igreja. Baptizar-me seria entrar para uma comunidade que infelizmente eu acho hipócrita e intriguista. Deus não vai deixar de me amar por eu não levar com água benta na testa, até porque eu não baptizada sigo muito mais bons valores e mantenho-me fiel aos meus princípios do que muitos cristãos católicos baptizados, comungados e crismados que andam para aí e que são lixo como pessoas.


8 - Qual foi o momento mais marcante da tua vida, pela negativa?

O momento em que já não sabia quem eu era. O momento em que descobri que o homem por quem dei tudo não passava de um rapaz que me tirou tudo quanto podia e me desfez por dentro. O dia em que percebi que desperdicei dois anos e meio da minha vida em que levei com traições, violência psicológica, chantagem emocional, manipulação, controlo obsessivo e mentiras compulsivas. O dia em que me perdi de tudo. O dia em que morri por dentro e já não encontrava um brilho que fosse ao fundo do túnel.

1 comentário:

Márcia V. disse...

Estes desafios servem para conhecermos um pouco mais das pessoas e com as tuas respostas deu para ficar a conhecer um pouco mais de ti.
Gostei :)