sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

o segredo da nossa relação ser tão simples :)


Sem dúvida, uma das partes mais importantes da nossa relação... Fazer tudo para resolver seja o que for (sim, nós também temos as nossas desavenças como toda a gente), sem nunca desistir. É verdade que temos os feitios enraizados e ninguém pede para mudar nada, mas nada como saber e tentar conter certas partes menos boas de nós. Acaba por ser benéfico para nós mesmos...


Já tivemos discussões feias, mas é impossível conseguir ignorar se o outro está ou não está bem. Quando se ama, o bem-estar de quem amamos torna-se uma prioridade. E as prioridades não deixam de ser prioridades só porque nos chateamos. Eu sei que isto pode parecer contraditório, porque muitas vezes até somos nós a razão de o outro não estar bem... Mas aí está a diferença entre estar de cabeça quente e estar de cabeça fria. De cabeça quente, só disparamos. De cabeça fria, é quando realmente vemos os buracos das nossas balas. Daí ser importante falar calmamente, da forma mais sincera e respeitosa possível, para resolver as coisas.


Os pormenores de uma relação são mais importantes do que toda a gente pensa. E geralmente, quem passou por relações péssimas, dá mais valor. Por isso, muitas vezes, dizem que é preciso estar com uma pessoa "má" para valorizar uma pessoa "boa". 

Eu, por exemplo, não sabia o que era poder rir às gargalhadas e brincar com a pessoa que amo. Não sabia porque na minha outra relação, sempre que o fazia, era considerado eu estar a mandar abaixo a auto-estima ou então que eu estava feliz por causa de outra pessoa (sim, também ouvi essa). 

Por isso, poder rir com ele, brincar e ser parva é das coisas que mais valorizo. Receber palavras carinhosas, abraços sentidos, tê-lo a cuidar de mim quando estou doente, ele ouvir-me com atenção mesmo que o assunto não lhe interesse, ver o brilho dos seus olhos, provocar-lhe sorrisos... Tudo isto é tão simples e tão bom...


Amar transcende a realidade. Estar apaixonado, para mim, é acreditar na magia. Não vos sei explicar a ligação que criámos um com o outro. Parece aquelas coisas de irmãos gémeos, o que um sente, o outro pressente. Parece que nos conhecemos há anos. Parece que somos mesmo almas gémeas. É mágica esta conexão, os nossos corações fundiram-se e nunca mais conseguiram ou quiseram separar-se. É profundo. É um laço suave e ao mesmo tempo forte. Talvez a expressão que melhor possa explicar é a que vi no Twilight: he imprinted me.


Somos loucos um pelo outro. Não aqueles loucos de fazer estupidezes ou de andar no "desliga tu, não desliga tu" ou do "eu amo-te mais, não eu é que amo". Aliás, dizer "amo-te mais" nem sequer existe na nossa relação. Porque não faz sentido, isto não é uma competição. Sabemos que nos amamos e isso basta, não precisamos de saber quem sente com mais intensidade porque, pela primeira vez na minha vida, vejo algo que acredito ser sentido com a mesma ou parecida intensidade. 

Somos loucamente apaixonados um pelo outro, capazes de dar a vida um pelo outro. Vivemos tudo, das mais pequenas coisas às maiores, com uma intensidade gigante, mas uma intensidade que não nos esgota. Somos extraordinários :)

E como o post já vai longo, termino aqui.
Amor, amizade, confiança, respeito e dedicação.
São, para mim, as palavras-chave.

Quais são as palavras-chave para vocês?

3 comentários:

Márcia V. disse...

Juntando as que já referiste juntava sinceridade,também é muito importante numa relação,talvez junta se esforço, compreensão,é preciso um pouco disto tudo para estar numa relação.

Marga disse...

Para mim o respeito engloba sinceridade :) Sem sinceridade não há respeito. Esforço para mim é igual a dedicação e de facto compreensão é muito importante sim :)

Aurora disse...

BOM ANO QUERIDA <3