sábado, 6 de abril de 2013

praga, dia 2 (parte I).


Como tínhamos ido sair na noite anterior, levantámo-nos um bocado tarde e decidimos aproveitar um pouco. Tinham-nos dito que havia um supermercado na paragem seguinte do eléctrico que íamos apanhar e decidimos lá ir para comprar comida. Fomos almoçar ao Burger King, que nos custou os olhos da cara e foos dando umas voltas pela estação de metro/comboio/autocarro que também era uma espécie de mini centro comercial.


A primeira coisa que me encantou foi o facto de os cães poderem entrar nestes espaços (e em todos os transportes públicos) e não ser por isso que o ambiente está sujo e porco. Até está bastante mais limpo do que as estações em Lisboa. Outra coisa curiosa em que reparei foi o facto de 90% dos cães que vi serem Pitbulls.






Depois de sairmos da estação, fomos visitar a Torre de Jindrisska, em que cada andar tinha um ambiente diferente, fosse restaurante, exposição de arte, representações das torres de Praga (que ao todo são 120), engenhocas e, por fim, no topo da torre podíamos ouvir os sinos a tocar e ver uma parte de Praga, de cima. Foi assim que decidimos o próximo ponto a visitar, mas esse vai ficar para um próximo post.




E como não podia deixar de ser, a situação mais caricata do dia foi termos ido à casa-de-banho e o Miguel ter sido confrontado com...


Rodelas de laranja nos urinóis. 
Não percebemos se era para "dar cheiro" ou se estavam ali a secar para serem utilizados no restaurante da torre (iuuuuuuc, espero que seja a primeira!).

1 comentário:

Emilie disse...

Já tinha ouvido dizer que Praga era muito bonita. Estas fotos só vieram comprovar isso :)