sexta-feira, 1 de agosto de 2008


Um dos momentos mais bonitos da minha vida foi quando me perdi na contemplação de uns olhos que não conseguia saber a cor. Não foi um momento de junção de nós dois. Mas senti-me feliz por existir um outro e tão belo ser, que faria com que eu me perdesse dentro de mim.